Ao investir em criptomoedas , as várias alternativas existentes devem ser estudadas antes de tomar a decisão final. Nas próximas linhas, damos a você alguns conselhos sobre isso.

O que são criptomoedas?

Criptomoedas são meios de troca digital, não emitidos ou controlados por qualquer entidade bancária ou pertencentes a qualquer país específico, que podem ser utilizados em todo o mundo e, através do qual, bens ou serviços podem ser adquiridos através de transações eletrônicas. Seu valor será determinado pelo número de usuários, de modo que quanto maior o número de sujeitos que o utilizam, maior sua atratividade no mercado.

Nesse sentido, uma moeda virtual poderia ser considerada como uma representação do valor digital , não cunhada por um banco central ou por uma agência de crédito. Alguns dos criptomonedas mais proeminentes são, por exemplo, Bitcoins (o mais conhecido pelo público, criado em 2009, com um valor inicial de 0,17 centavos de dólar), Ripple (ou mais conhecido por sua sigla XRP um método de mudança de moedas próprias) ou Litecoin (opção alternativa ao Bitcoin, caracterizada por um tempo de transação mais rápido).

Dicas para investir em criptomoedas

Ao investir em criptomonedas é muito importante para considerar que este tipo de moedas podem ser adquiridos sem a necessidade de qualquer intervenção intermediária e, apesar de qualquer montante que pode ser investido, o fato é que ele é aconselhável para comprar criptomonedas inteiras . Nesses casos, o valor mínimo geralmente recomendado é de cerca de cem dólares, o que equivale aproximadamente a 80 euros, dependendo do tipo de mudança gerada em cada momento.

Uma das grandes vantagens das criptomoedas como Bitcoin é que elas têm conversibilidade em cada uma das moedas tradicionais.

Como com qualquer tipo de investimento, devemos diversificar para minimizar os riscos.Ao investir, você precisa olhar para aspectos que vão além do preço e da tendência. Criptogravações descentralizadas, como o bitcoin, permitem um uso único e exclusivo e garantem maior liberdade.

Para investir em criptomoedas, você precisa abrir uma conta em uma bolsa, como Poloniex, Bitfinex ou até Coinbase. A partir desses espaços, você pode facilmente adquirir criptomoedas. Depois de abrir sua conta, você pode acessar de qualquer outro lugar. Os mais capitalizados, como o Bitcoin, podem ser alterados para moedas tradicionais.

O Coinbase é o mais conhecido, dado que ele funciona como um bom banco tradicional, mas aqueles que possuem as chaves privadas são eles. Pode-se dizer que o usuário só tem a senha do banco de dados, que poderia estar exposta ao cibercrime, algo muito parecido é o que acontece com as casas de câmbio. No entanto, existem outras alternativas para Coinbase, como Coinomi e Mycelium para telefones Android ou Bread Wallet (exclusivo para bitcoin) e Loaf Wallet (exclusivamente para litecoin) para telefones iPhone.

No entanto, devemos lembrar que os grandes retornos do bitcoin têm um preço , no sentido de que envolvem riscos, são voláteis e há sempre o medo de que tudo seja uma bolha. Não devemos esquecer que, durante a noite, o investimento pode desaparecer. É por isso que é muito importante ter cuidado ao investir todo o dinheiro que economizamos.

Fonte: http://www.consultacpfguia.com/

Vantagens da casa pre fabricada curitiba

Em geral, casas pré-fabricadas ou modulares são vantajosas para aqueles que não têm muito tempo a perder e não querem gastar tanto na construção de sua propriedade. Mas por que essa opção deveria ser interessante, neste momento na economia? Além das vantagens, quais são os aspectos negativos de uma casa pré-fabricada? Veja a publicação hoje e descubra os prós e contras deste tipo de construção!

Casa pré-fabricada: grande variedade de materiais, desenhos e formatos
As empresas que fabricam e montam casas pré-fabricadas oferecem ao público uma ampla variedade de projetos e projetos padrão. E, na maioria das vezes, o cliente ainda possui um alto poder de personificação, alterando os modelos, cores e texturas de janelas, portas, pisos e paredes, por exemplo.

A estrutura da propriedade também é bastante diversificada: existem módulos de aço, madeira, concreto, materiais plásticos e até mesmo de contêineres.

1º Economia

Há uma percepção errônea sobre a economia que você tem ao escolher a casa pré-fabricada em vez da convencional. Isto seria verdade se várias unidades fossem construídas com o mesmo modelo, mas no caso de uma única unidade a lógica é diferente: o custo médio, atualmente, de uma casa pré-fabricada é maior que o de uma convencional. Mas há uma vantagem que tem impactos financeiros: a precisão no controle de despesas. No caso da residência pré-fabricada, o que será desembolsado será definido antes do início dos trabalhos, a partir da definição do número de módulos utilizados e do tipo de detalhes personalizados, elementos que são previamente visualizados. Há também uma redução dos custos trabalhistas na construção da casa, já que o encaixe perfeito das peças reduz o tempo de trabalho. Finalmente, existem três situações que podem dificultar financeiramente a opção por uma casa pré-fabricada. A primeira é que esse tipo de construção é considerado um terreno ideal. Assim, se for necessário equalizar, limpar, preparar, o custo será maior. Da mesma forma, é necessário calcular o custo de transporte entre a fábrica e o terreno e verificar se a empresa inclui o total cobrado, assim como a mão de obra. Por fim, a maioria das empresas cobra o valor total antes do início das obras, ao contrário do que acontece na construção de uma casa convencional, que pode ser paga pouco a pouco.

2º  Economia de tempo

A economia de tempo está intimamente relacionada à eficiência. No caso da casa pré-fabricada, esta é uma grande vantagem. As unidades são construídas com peças que se encaixam perfeitamente e são produzidas em grandes quantidades. O modelo de produção em série garante mais eficiência, velocidade e precisão, com menor variação entre as peças. Esta eficiência reduz o tempo total de construção, por exemplo, ao construir uma casa de 100m2 em apenas um ou três meses, algo impensável com casas convencionais. Há uma outra frente que economiza tempo com casas pré-fabricadas: a burocracia legal, que é a mesma dos edifícios convencionais. Mas no caso de casas pré-fabricadas, a padronização dos modelos e das peças que os constituem facilitam a documentação para a aquisição de licenças e autorizações e, portanto, mais rápida.

Materias

As casas pré-fabricadas podem ser produzidas em diferentes materiais, como aço, concreto e madeira. A tendência dos blocos de concreto tem crescido nos últimos anos, mas a madeira, o material mais tradicional, continua dominando o mercado. A Madeira tem muitas vantagens: é bonita, quente e com as mais variadas tonalidades. O problema é que ainda existem empresas no mercado que enganam os clientes e fornecem madeira não tratada, não tratada, que se expande com o tempo e se deforma com variações de temperatura e umidade. É imprescindível, portanto, exigir madeira tratada e certificada pelo IBAMA, garantindo assim a qualidade e a legalidade da casa. Outra casa: existem empresas que vendem casas pré-fabricadas e, na realidade, só entregam a madeira. Verifique se você está pagando, além de madeira, construção, mão de obra e transporte para evitar surpresas desagradáveis.

Modelos

Ao contrário da crença popular, o mercado de casas pré-fabricadas não oferece um amplo e variado catálogo de modelos e personalização. Nesse sentido, as casas convencionais são imbatíveis. A solução pode ser uma construção híbrida, com peças pré-fabricadas e peças convencionais. Nesse caso, um arquiteto ou engenheiro é fundamental no projeto e no design de uma casa personalizada, explorando as vantagens do pré-fabricado e convencional. Uma opção de unidade pré-fabricada que foi bem sucedida hoje, particularmente em complementar o edifício principal, geralmente como um quarto de hóspedes, escritório ou área de jogo, entre outras possibilidades, é o recipiente de metal. A estrutura passa por um costume, com corte do corpo, instalação de isolamento térmico e acústico, incorporação de pérgulas e telhados, entre outras coisas. O processo é bastante diferente da tradicional casa pré-fabricada, mas também é rápido e econômico.